Sem Título

Os dados relativos à execução orçamental nos 3 primeiros meses do ano mostram que o saldo das administraçõs públicas é o mais baixo dos últimos anos, pelo que é um bom prenúncio para o resto do ano. Aliás, nos últimos anos o défice verificado no último trimestre (em percentagem do PIB) foi sempre muito inferior ao que tinha sido verificado no primeiro trimestre respetivo, o que nos deveria deixar antever boas notícias na vertante orçamental para o resto do ano. Apesar disso, várias entidades têm alertado o governo para os riscos orçamentais existentes. O governo diz que o défice está controlado e que não há motivos para dúvidas. Das duas, uma: ou as entidades estão todas enganadas (Conselho de Finanças Públicas, UTAO, etc.) ou o governo está a ser, no mínimo, pouco rigoroso na projeção dos dados orçamentais.

Gráfico copiado daqui.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s