Há partidos políticos que defendem crescimento económico à custa do aumento do consumo. Ainda não devem ter reparado que Portugal até é dos países onde o consumo pesa mais no PIB.  

Agora que se preparam para ser governo, defendem o aumento do salário mínimo para 600€. Só não percebo porque é que não aumentam o salário mínimo para 2000€ ou 3000€, arrumando de vez com o problema.

Portugal tem um dos salários mínimos mais baixos da Europa, mas também é dos menos produtivos do continente. Existindo um valor mínimo de salário a praticar dentro do país, ele deverá estar associado à produtividade. O salário mínimo deveria aumentar apenas na proporção da produtividade.  Não faz sentido que se aumente o salário mínimo sem que haja aumentos significativos de produtividade. Além disso, devemos ter em conta que a taxa de esforço de uma empresa é diferente conforme a localidade onde está sediada. Uma empresa de Bragança não tem as mesmas condições que uma empresa de Lisboa.

Há empresas que conseguem aguentar muito bem o aumento do salário mínimo, mas há outras que não sobrevirão ao aumento do salário mínimo, principalmente algumas das que vendem exclusivamente para o mercado interno. Não foi por acaso que a taxa de desemprego subiu logo após o aumento do salário mínimo nacional, depois de muitos meses de diminuição clara do número de desempregados.

Se a estupidez pagasse impostos…

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s