A teoria geral de Keynes refere-se ao emprego, juro e moeda, sendo a articulação destas três noções que estabelece o que há de geral nesta teoria. Quando se isola algum destes três termos fica-se com uma teoria particular, de validade muito restrita. Os números do desemprego projectam uma sombra sobre as sociedades e as economias, na qual ficam mergulhados os desempregados e os responsáveis pelas políticas de promoção do emprego: uns e outros não sabem o que os faz ficar nessa sombra.

Mas Keynes sabia e explicou. Não há emprego sem capital, porque não há postos de trabalho se não houver o investimento (transformando a liquidez em capital) que compre instalações, equipamentos e matérias-primas para, com o adequado plano de negócios, utilizar os factores produtivos para responder a uma procura do mercado. As sociedades que não gostam do capital estão, de facto, a prejudicar o emprego, revelando que preferem entregar ao crédito a responsabilidade de manter e de criar postos de trabalho ou que ficam à espera de que os estímulos do Estado financiem a manutenção e a criação de emprego. Quando não se gosta do capital, está a trocar-se um custo flexível (o lucro é o risco do empresário) por um custo rígido (o juro é definido pelo credor e majorado pela avaliação do risco do devedor) ou por um aumento da carga fiscal imposta pelo Estado. Como o custo salarial não é flexível (os trabalhadores recusam a descida do salário nominal), um contexto em que não haja a ilusão monetária criada pela inflação só terá emprego se houver taxas de juro negativas.

O que interessa no desemprego é o que está na sua sombra – isto é, o juro, a moeda e o desaparecimento do capital, dando origem à preferência pela liquidez e à acumulação de riqueza que não seja aplicada em risco empresarial nem seja tributável.

Resumindo: para haver emprego tem de haver capital. O capital pode ter origem nos empresários, na dívida ou no aumento de impostos.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s