Segundo alguns meios de comunicação social, Portugal e Espanha criaram dificuldades ao acordo alcançado com a Grécia. Não sei nem estou interessado em saber se as intrigas políticas que a comunicação social pretende alimentar são fundadas ou infundadas, mas espero que o Governo português seja rigoroso com o meu dinheiro.

Como sabemos, dos partidos que foram recentemente intervencionados, a Grécia foi claramente o que melhores condições obteve: período de carência nos juros, taxa de juro mais baixa, etc. Os países e as entidades que emprestaram dinheiro à Grécia sempre foram mais benevolentes com ela do que com os restantes países intervencionados.

Recorde-se que a Grécia é o país da União Europeia que tem a maior dívida (em percentagem do PIB), mas os custos com essa dívida representam um valor mais baixo do que nos restantes países da União Europeia – Portugal, por exemplo, paga mais em juros do que a Grécia. Isto só acontece porque os seus credores têm sido muito solidários com a Grécia.

Quanto custa a dívida da Grécia?

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s