O Vítor Bento apresentou na SIC o seguinte gráfico, que mostra a evolução da taxa de juro média paga por Portugal relativamente à dívida pública (linha azul). Nele podemos verificar que a taxa de juro é a mais baixa desde 1977. Ou seja, Portugal nunca conseguiu financiar-se a taxas mais baixas do que agora.

Sem Título

Tal como tenho defendido neste blogue, o problema de Portugal não está na taxa de juro que os credores nos cobram, mas na quantidade de dívida. Acontece, porém, que a dívida só pode diminuir se conseguirmos gerar excedentes orçamentais, ou seja, se as receitas forem superiores às despesas do Estado. Os excedentes orçamentais resultam da redução da despesa e/ou do aumento dos impostos.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s