Sete economistas europeus pedem a saída da Alemanha e da França do euro

Depois do manifesto dos 70 a pedir a reestruturação da dívida, um grupo de 7 economistas defende a saída da França e da Alemanha do euro. Neste grupo está incluído o economista português João Ferreira do Amaral, o tal que até publicou um livro defendendo a saída de Portugal do euro. Ou seja, já que nós não saímos, deveriam sair os outros.  O objetivo é o mesmo: desvalorizar a moeda. Se o euro valer menos em relação às outras moedas, as exportações crescem, uma vez que os produtos portugueses ficam mais baratos lá fora – é esta a teoria defendida pelos economistas.

No entanto, enquanto as exportações ficam mais baratas, as importações encarecem. Estes economistas ainda pensam que o preço mais baixo é a única vantagem competitiva das empresas. Estes senhores ainda não deram conta de que os sapatos portugueses são mais caros do que o calçado fabricado noutros países, mas as exportações portugueses de calçado representam 95% da produção. Os mesmos economistas ainda não sabem que há uns anos muitas empresas, de vários sectores de atividade, deslocalizaram a sua produção para países asiáticos à procura de custos de produção mais baixos, mas que agora, apesar de os custos serem mais elevados, voltaram a produzir em Portugal.

O grupo dos 7 também não sabe que os juros começarão a subir no dia em que a Alemanha anunciar a saída do euro.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s