Os que lerem os jornais de hoje ficarão a saber que a descida do desemprego tem origem na emigração. É apenas esta a parte que lhes interessa abordar. Para tal, ignoram todos os dados divulgados (sejam os do IEFP, do INE ou do Eurostat) em que se mostra claramente uma alteração estrutural da economia e do mercado de trabalho em Portugal.

O próprio documento do INE, que ontem foi divulgado (e pode ser lido aqui), não refere uma única vez a palavra emigração. É claro que houve muita gente a emigrar, mas esta também é uma situação normal nos países que estão em crise. As pessoas procuram oportunidades onde elas existem.

A seguir apresento alguns gráficos, copiados do boletim divulgado ontem pelo INE, que mostram as alterações e a tendência do mercado de trabalho nos últimos trimestres.

1

2

3

Vejam, nos gráficos publicados, como existe uma relação entre a diminuição do desemprego e o aumento da população empregada (ou pelo menos a diminuição menos acentuada), principalmente a partir do primeiro trimestre de 2013. Isto significa que parte da diminuição do desemprego teve origem na crição de emprego – é normal, como já referi, que parte da diminuição do desemprego tenha origem na emigração, mas este não é o único fator. Do ponto de vista da análise económica, é muito mais importante analisar a criação de emprego e as áreas que estão a criar postos de trabalho.

Ninguém pode estar contente com os números relativos ao desemprego em Portugal, uma vez que a taxa de desemprego é muito elevada, mas temos de olhar para eles e verificar que existe uma tendência na economia que se repercute na descida do número de desempregados e no aumento da população empregada.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

2 responses »

  1. jorge diz:

    a comunicação social lembrou-se de analisar o ano todo de 2013(algo que o INE também faz) quando na realidade o que interessa analisar é a partir do momento em que começa a haver queda da taxa de desemprego. Se até ao inicio do 3º trimestre de 2013 o desemprego continuava a aumentar e foi nessa altura que houve mais imigração (algo perfeitamente natural) a recuperação que houve na taxa de desemprego não pode ser feita analisando o ano inteiro. tem que se feita a partir do momento em que começou a haver essa recuperação. Se analisarmos a variação da população activa a partir de meados de 2013 essa variação foi muito ligeira.
    Para além disso, a comunicação social usa e abusa do facto de haver menos 10% de população desempregada e apenas cerca de 1% a mais de população empregada. Mas o problema é que a população desempregada ronda as 800 mil pessoas e 10% dessas 800 mil equivale a 80 mil. a população empregada ronda os 4 milhoes e 500 mil pessoas e 1% corresponde a 45 mil. Ou seja existe uma diferença de cerca de 35 mil pessoas e é provável que essa diferença entre as 35 mil pessoas que deixaram de estar desempregadas mas que também não foram empregadas possa ser explicado ou pelo decréscimo da população activa ou pela emigração (mas a ter acontecido isto, terá acontecido apenas no período (1º e 2º trimestre) em que a taxa de desemprego continuava a aumentar. A partir do momento em que passou a haver diminuição da taxa de desemprego deixa de haver uma variação significativa da população activa.
    Quando se quer descredibilizar algo arranja-se sempre alguma coisa: é a sazonalidade, é a manipulação estatística, é o Carnaval que foi não sei quando, etc. quando se quer descredibilizar algo, e o seu nível intelectual (a esquerda e comunicação social) assim como de uma grande parte da população é bastante diminuto, ainda mais fácil se torna. No entanto a análise a 2014 vai dar muito pouca margem para estas aldrabices, porque a taxa de desemprego vai continuar a descer e o nível de emprego a aumentar, sendo que se eles tentarem comparar com períodos homólogos a diferença ainda será mais acentuada. 2014 vai ser um mau ano para as oposições. Por último , uma pergunta, o INE não divulgou a variação do emprego por sector?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s