Imaginem que eu sou proprietário de uma empresa que apresenta os seguintes dados:

– a empresa tem uma dívida (passivo) muito superior ao ativo;

– tem prejuízo em 90% dos produtos que vende;

– apesar de o Estado ter injetado nos últimos anos algumas centenas de milhões de euros na minha empresa, ela continua a gerar prejuízo atrás de prejuízo e a dívida continua a aumentar;

– como o Estado não tem mais dinheiro para me dar, a empresa não tem dinheiro para comprar as matérias-primas de que precisa para fabricar mais uns produtos com prejuízo;

– os meus colaboradores não têm que fazer e nos últimos dois ou três anos têm passado o tempo de trabalho a jogar às cartas.

O que é que eu devo fazer com esta empresa? Os leitores já perceberam que eu não sou o proprietário de uma empresa naquela situação, mas que existe uma empresa em Portugal nesta situação e tem o nome de Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s