Até pode ser que a imposição da Comissão Nacional de Eleições (CNE) relativamente ao tratamento que os meios de comunicação social tinham de dar à campanha eleitoral seja bom para os portugueses, uma vez que estes deixaram de ter acesso às mentiras que costumam ser propaladas nesta fase.

No entanto, a decisão da CNE mostra que Portugal ainda não é um país totalmente livre; os meios de comunicação social têm de tratar todos os partidos por igual, como se fosse possível tratar igual coisas tão diferentes. O próprio dia de reflexão (dia antes das eleições) é mais um caso de uma falsa liberdade.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s