1

Este gráfico mostra-nos que em julho de 2013 houve 8 atividades com uma variação negativa na taxa de desemprego, em comparação com o mesmo período de 2012.

Se compararmos este gráfico com o gráfico divulgado pelo IEFP em junho de 2013, verificamos que, num mês, houve mais 3 atividades com uma variação positiva na criação de novos empregos, relativamente ao mesmo período de 2012.

2

Os dados divulgados recentemente pelo IEFP mostram-nos ainda que o sector secundário foi o único em que registou uma queda anual do desemprego; o sector primário e terciário registaram um aumento da taxa de desemprego.

Ao contrário do que nos dizem frequentemente, um país não consegue alterar significativamente, de um momento para o outro, a competitividade de uma economia. A competitividade de um conjunto de empresas vai oscilando conforme vai oscilando a competitividade de cada uma das empresas. Os números mostram-nos que há cada vez mais empresas competitivas em Portugal, pelo que é possível verificar um conjunto cada vez maior de atividades que está a criar emprego.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s