Caro leitor, imagine que alguém, de sua livre vontade, decide passar uns tempos em Portugal e cá gastar alguma da sua fortuna. Estamos a falar de alguém que não ganhou cá a sua fortuna e que não tem qualquer obrigação perante o Estado português.

Portugal está a passar por uma grave crise económica e financeira e necessita de atrair pessoas endinheiradas que queiram cá gastar ou investir o seu dinheiro. O que é que devemos perguntar a esta pessoa? A Judite de Sousa tem a resposta.

Se eu tivesse tanto dinheiro como tem o Lourenzo Carvalho, de certeza que não o gastaria daquela forma, mas o dinheiro é dele e ele tem o direito de o gastar como bem entender.

Será que ainda temos emenda?

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s