Portugal foi o país que mais cresceu na União Europeia

Tal como aconteceu nas duas últimas intervenções externas a que Portugal foi sujeito, a economia portuguesa está a adaptar-se bem e a sair da crise mais depressa do que o Estado. Ainda não há motivos para rejúbilos exagerados, uma vez que temos pela frente um período de sacrifícios, mas estes resultados vêm provar que a maioria silenciosa continua a trabalhar e a cumprir o seu dever.

Uma readaptação é sempre um motivo de esforço e de sacrifício. Estes anónimos puxam por Portugal e não precisam de vir para a rua gritar e pedir mais apoio do Estado – até são eles que suportam o próprio Estado e que, na maior parte das vezes, menos usufruem dele.

Apesar destes resultados, algumas pessoas continuam a atribuir o esforço e a astúcia dos nossos empresários e do povo português ao calendário. Segundo eles, a economia cresceu no segundo trimestre por causa da Páscoa. É triste, muito triste. Mas os restantes países da Europa não tiveram a Páscoa no mesmo dia? Então porque é que eles não cresceram tanto como nós?

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s