Acabou a brincadeira. O Presidente da República decidiu dar o tiro de partida há onze dias, dizendo aos partidos que tinham liberdade, a partir daquele momento, para brincar à crise política.

Passados poucos dias, os partidos políticos destruíram tudo o que havia para destruir e o Presidente da República decidiu acabar com a brincadeira. Trata-se da natureza das crianças; têm uma tendência natural para destruir. Mesmo depois de o Presidente da República ter dito que a brincadeira acaba aqui, alguns ainda continuam a brincar.

Na sua comunicação aos contribuintes (os que terão de pagar esta brincadeira) e aos partidos políticos, o Presidente da República afirmou que até 2015 não haverá mais brincadeiras para ninguém. Ele sabe que muitos vão continuar a brincar, mas assegura que não será com o seu aval.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s