Na carta de demissão apresentada ontem pelo ex-ministro Vítor Gaspar, destaco estes dois parágrafos:

1

2

Estes dois parágrafos mostram claramente que o ex-ministro se sentiu derrotado pelas decisões do Tribunal Constitucional. No fundo, o Tribunal Constitucional “decretou a saída do ex-ministro das Finanças”.

Não tenho dúvidas nenhumas de que a Constituição da República Portuguesa é um documento com orientações políticas claras que inviabilizam completamente a adoção de muitas medidas urgentes que Portugal tem de adotar.  A Constituição ganhou claramente este duelo; pena é que os portugueses estejam e venham a pagar com língua de palmo esta vitória do Tribunal Constitucional.

Carta de demissão do ex-ministro

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s