Imagine que andou anos atrás de anos a gastar mais do que tinha. Chegou a um ponto em que mais ninguém lhe empresta dinheiro para pagar as suas despesas correntes. Só há uma pessoa que, se conseguir convencê-la de que cumprirá as suas obrigações, lhe empresta o dinheiro de que precisa. Qual deverá ser a sua atitude perante essa pessoa? Não sabe? A Manuela Ferreira Leite tem a solução: “No mínimo, gritava, para alguém ouvir. Não ficava calada de certeza absoluta”.

Não quero que o caro leitor se esqueça de que foram pessoas desta estirpe que nos governaram nas últimas décadas.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s