Nem sempre a democracia e a liberdade andam de mãos dadas. Qualquer pessoa é livre desde que tenha o direito de proceder conforme lhe pareça melhor, sem interferir ou beliscar os direitos e a liberdade dos outros.

Por democracia podemos entender um regime político no qual é dado ao povo a possibilidade escolher. Ou seja, a maioria escolherá o caminho a seguir. As minorias, pelo menos em parte, terão de se submeter às escolhas da maioria. É este o regime que defendo. Apesar disso, há que entender que alguns regimes democráticos não conferem liberdade às pessoas; alguns tiram grande parte da liberdade às pessoas. Se a maioria decidir que eu tenho de contribuir exageradamente com o meu esforço para sustentar algumas da suas mordomias, eu só terei de aceitar, apesar de a minha liberdade ser posta em causa.

Na minha opinião, uma democracia mais será muito mais verdadeira se conseguir conjugar a escolha dos povos, não só em termos coletivos mas também em termos individuais. Acontece que muitas democracias se focam essencialmente nas escolhas coletivas, desprezando e esquecendo as escolhas individuais.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s