Os coveiros de Portugal pensam que um país deixa ou passa a ser competitivo de um mês para o outro. Alguns até são da área económica, mas continuam a defender que, de um momento para o outro, um país consegue alterar drasticamente a sua estrutura e tornar-se muito mais comepetitivo. Lamentavelmente, não consegue. Seria necessário que os agentes económicos se juntassem e agissem de forma coordenada, cada um no seu sector de atividade, alterando drasticamente os seus modelos de negócio.  Os que não são competitivos teriam mesmo de alterar significativamente o seu modelo de negócio.

Por motivos óbvios, não é possível haver esta uniformização. Também não resultaria, na medida em que a competitividade de uma economia é determinada pela heterogeneidade e pela capacidade que os agentes económicos têm de, isoladamente, criar novos modelos económicos. Não é necessário um planeamento superior para que um país seja competitivo, até porque eu não acredito em planeamentos superiores. Ninguém melhor do que os próprios para pensarem e desenvolveram modelos de negócios que mais vantagens competitivas lhes trarão.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s