Por várias vezes me referi às consequências da greve levada a cabo pelos estivadores portugueses. A greve prolonga-se por demasiado tempo e não há qualquer indício de que ela venha a ter fim nas próximas semanas. O mais curioso desta greve é que a população não percebe o que é que está em jogo, ao mesmo tempo que os sindicatos não esboçam um único movimento no sentido de clarificarem a situação. Esta greve está a prejudicar severamente as exportações e a competitividade das empresas portuguesas, o único motor da nossa economia, pelo que deveria ser claramente explicada aos portugueses. Todos os portugueses deveriam saber quais são os motivos que estão na origem de uma greve tão prolongada.

Importam-se de explicar?

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

8 responses »

    • J.Pinto diz:

      Boa noite, Nuno,

      Mais uma vez, como é costume, ninguém fala nos valores. Também ninguém diz por que razão os sindicatos fazem greves contra as horas extraordinárias e aqui fazem greves para que as horas extraordinárias continuem a ser na ordem das centenas ou milhares.

      Se os estivadores não puderem fazer tantas horas, a verdade é que mais gente vai ser contratado, certo? Não é isto que os sindicatos querem?

      Este artigo (https://economiaegestao.wordpress.com/2012/11/16/quanto-ganham-os-estivadores/) da revista sábado mostra muito bem o que está em causa.

      • Eu não estou a postar os url em jeito de defesa dos estivadores, estou a fazer só para se saber o que eles respondem. Exmplos de empresas públicas que deveriam ter MAIS empregados para gaster menos salários há ainda mais, como a CP ….

    • J.Pinto diz:

      Obrigado Nuno pelos seus comentários.

      Esta minha insistência na greve dos estivadores está relacionada com a importância que as exportações têm para a economia portuguesa (basta ver o número de artigos que tenho dedicado às exportações e às empresas portuguesas), não obstante de verificar que os que mais protestam, se calhar, são os que menos necessitavam de o fazer. Além do mais, esta atitude dos estivadores, mas principalmente dos sindicatos, prova que algo está mesmo muito mal.

      • Eu continuo sem ter opnião 100% formada, tenho estado tendencialmente a favor da não aceitação de ser uma greve justa e ainda ninguém me provou o contrário, mas dou o benefício da dúvida.

        Soo por norma contra as profissões com demasiadas barreias à entrada e parece-me ser o caso.

  1. J.Pinto diz:

    Nuno, veja novamente este meu artigo, que refere um artigo da revista Sábado em que o próprio sindicalista afirma que o salário base varia entre os 1443,21€ e os 2326,06€ (https://economiaegestao.wordpress.com/2012/11/16/quanto-ganham-os-estivadores/). Lembre-se, Nuno, estamos a falar de valores médias e de valores-base. Eu conheço muitos portugueses que, em valores líquidos, não recebem sequer metado do limite mínimo – 1443,21€.

    Eu não gosto de politizar as discussões, visto que perdem desde logo a objetividade solicitada; estou apenas a referir factos. O que os sisndicatos dizem pouco importa. Eu estaria ao lado dos sindicatos desde que eles dissessem claramemente que não querem que os estivadores deem mais de 200 horas de trabalho extraordinário por ano; é isso que eles pedem para as restantes profissões.

    • J.Pinto não precisa de me convencer😛 conheço bem os números e como disse sou contras as profissões com demasiadas barreiras à entrada, são profissões protecionistas. Mas deixo sempre a dúvida se poderá haver algo que seja justo nesta luta, o que até agora não me foi demonstrado. Não estou a dizer que não em foi demonstrado que a luta é injusta estou a dizer o contrário, não me foi demonstrado que a luta é justa, e a minha opinião não totalmente formada por falta de tempo e conhecimento de causa, é a que esta luta é injusta a greve não tem cabimento de ser.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s