Este artigo do Jornal O Público mostra o que é que as empresas portuguesas estão a fazer para enfrentar a crise. Há seis empresas do sector do têxtil e do vestuário que estiveram presentes numa feira na China, com o intuito de reforçarem as vendas para aquele país. Trata-se de um mercado muito atraente para as empresas portuguesas, visto que é possível encontrar na China muitos nichos de mercado em que as empresas portuguesas possuem vantagens competitivas.  Em vez de olharem para a China como uma ameaça, as seis empresas portuguesas presentes na feira de Xangai veem aquele país como uma excelente oportunidade de negócio.

Os produtos vendidos pelas empresas portuguesas na China não têm as mesmas características dos produtos vendidos pelas empresas chinesas, razão pela qual aquela população procura as empresas portuguesas como seus fornecedores.  A aposta em produtos muito específicos, com elevada incorporação de valor acrescentado, diferencia as empresas portuguesas e permite-lhes vender produtos onde o custo de fabrico é 10 ou 20 vezes mais barato.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s