Muitos portugueses, a reboque dos sindicatos e de algumas organizações políticas, têm feito várias manifestações contra as medidas tomadas pelos nossos governantes. Eu também não concordo com grande parte das medidas anunciadas pelo nosso Governo, mas aponto alternativas credíveis e implementáveis. Tenho defendido consistentemente a diminuição da despesa do Estado. Se foi o Estado que engordou, deve ser o mesmo Estado a emagrecer. Não deve ser o povo, castigado de impostos, a alimentar a saciedade despesista do Estado.

Naquelas manifestações tenho visto várias pessoas a defenderem a saída da troica de Portugal. O que acontecerá se a troica se for embora? No dia seguinte faltará dinheiro para pagar aos funcionários públicos e aos reformados; aos beneficiários do subsídio de desemprego e do rendimento social de inserção; aos beneficiários do subsídio de doença e do subsídio de maternidade. Sobre a economia sobrevoará uma nuvem escura e temerosa. Portugal será forçado a sair do euro e teremos de voltar ao velho escudo. O preço dos alimentos aumentará acentuadamente e a inflação comerá 30 ou 40% dos nossos salários.

Podemos compreender melhor ou pior a intervenção da troica em Portugal, mas todos sabemos que são aqueles senhores que nos estão a emprestar o dinheiro de que precisamos.

About J.Pinto

Apaixonado pelas matérias da gestão, da fiscalidade e da contabilidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s